13 de julho de 2016

Até que a mentira nos separe!



Está na hora de mais uma consulta com o magnânimo Doutor G, o especialista sentimental e sexual, cujas dicas são sempre repletas de honestidade, bom senso, e, acima de tudo, javardeira com classe.



Bom dia caro Dr. G. após lhe ter escrito ha já algum tempo analisei bem a resposta que me deu e as coisas com a minha namorada melhoraram. Agora em vez de forrobodó semestralmente é varias vezes por semana. Mas uma coisa que tem piorado com o calor e incomoda a moça e a mim também, é eu suar. Mas suar muito, não se trata do suor de um comum mortal, qualquer dia ela chama-me Aquaman. Gostaria de saber se me sabe com toda a sua sabedoria indicar alguma solução para este meu problema, que me pode tirar o quentinho nas noites em que o meu malaquias tem frio.
Anónimo, 19, Leiria

Doutor G: Caro Anónimo, folgo muito em saber que os meus conselhos aumentaram a regularidade com que praticas a bulha pelada. Isto é a prova de que o Doutor G é o melhor conselheiro sexual entre os que não cobram nada nem têm habilitações. Relativamente ao suor, penso que não deveria ser um problema. Os fluídos durante o acto são de salutar, menos urina, fezes e vomitado. Deixo algumas dicas para lidar com o excesso de ejaculação das glândulas sudoríparas:
  • A técnica da múmia: enrola-te com gaze médica e deixa apenas o trombossaurus de fora.
  • Fica por baixo para não pingares para cima da rapariga. Usa um resguardo na cama.
  • Façam no banho.
  • Besunta-te em Rexona daquele que faz mal porque entope os poros. Podes até utilizar isto para fazer bonitos trocadilhos com a namorada: amor, passa-me o Rexona que é para depois levares com o roll-on na... isso.
  • Façam dentro de um alguidar e usem daqueles aspiradores de saliva dos dentistas para ir retirando o suminho corporal.
Há muitas coisas que se podem fazer, mas se o sexo for bom e intenso, não é a ocasional goteira de suor nas ventas que vai atrapalhar.


Caro Dr G, pela primeira vez decidi ter uma amizade colorida com um amigo. Estava a correr tudo bem, mas nunca tinha havido mais que masturbação. Ora, no dia em que a luta greco-romana se deu, tive uma grande desilusão. Nem parecia o mesmo que me fazia tremer as pernas de excitação. Eu fiquei mais seca que o deserto do Saara e ele veio-se em menos de 5 minutos. Depois disso a festa acabou e não foi por falta de tentativas. Não havia maneira do carro voltar a pegar, se é que me entende. Ficamos por ali, ele envergonhado e eu desiludida e agora não sei bem que fazer. Consegue explicar-me porque é que o trombinhas não se quis levantar novamente? Será que fui assim tão má? Acha que deviamos tentar novamente?     
Anónima, 18, Lisboa

Doutor G: Cara Anónima, não, não foste assim tão má. Aliás, tens a prova no facto de ele se ter vindo em menos de cinco minutos. É normal que ele se tenha vindo que nem um adolescente com Parkinson depois de ter estado dois meses engessado com os pulsos partidos. É, também, normal que depois não tenha conseguido voltar a fazer levitar a enguia trapalhona: nervos de voltar a desiludir. Claro que devem tentar novamente porque o sexo é como o stand up comedy, por muito que se veja na Internet e que se pratique sozinho, só se melhora a fazer com pessoas a sério. Para a próxima, quando ele se estiver quase a vir, grita-lhe coisas para lhe diminuírem a excitação:
  • «Diz que a Manuela Ferreira Leite teve um caso com a Odete Santos».
  • «Por cada ejaculação precoce há uma criança em África que morre antes do tempo.»
  • «Deus está a ver-nos a pecar com a túnica pelos tornozelos e só para fazer pirraça chamou a tua falecida avó para lhe dar uma mãozinha!»
Agora que penso nesta última, imagina que as ejaculações precoces são Deus a passar a barra de vídeo logo para a parte do cumshot porque se está quase a vir e quer sincronizar?


Caríssimo Sr. Dr. G, sou o Tobias Capitulino, tenho 35 anos, moro na Amadora. Engatei uma rapariga de 18 anos sem saber bem como e agora tenho medo de avançar para o passo seguinte (Sexo), uma vez que a minha perna extra não tem o tamanho nem a forma devida (pequeno e torto), mas o meu pior receio é a reacção dela quanto ao meu problema. Além do problema peniano referido anteriormente eu sofro de tremoliça: quilhões maior que a piça. Todos estes problemas levaram a que eu ainda seja virgem. POR FAVOR AJUDE-ME DOUTOR!!!  
Tobias, 35, Amadora

Doutor G: Caro Tobias, seu granda virgem trintão de agulhão empenado! Ia dizer-te para não teres qualquer receio porque ela tendo 18 anos ainda não teria muito termo de comparação de pénis, mas depois passou-me pela cabeça se ela não será, tal como tu, da Amadora... Nesse caso já deve ter rodagem e, provavelmente, com muitos rapazes cujos antepassados vieram de África há menos tempo do que os meus, o que ainda poderá abonar menos a favor do teu abono. Acho que aqui tudo se resume a: quão pequeno e quão torto? Tão pequeno que se fosse um prego os senhorios nem ficavam chateados que pendurasses molduras? Tão torto que se tivesse um olho era uma cria de um tubarão martelo que nasceu sem um lado da cara? Seja como for, aqui fica um fluxograma para te ajudar a lidar com as tuas inseguranças:



Caríssimo Doutor G, estou aqui confusa com um rapaz: estudamos na mesma faculdade e a troca de olhares é mutua, já há alguns meses. Pedi-o em amizade no facebook, mas ele não aceitou. Tenta cruzar-se comigo todos os dias (género stalker, as vezes...) e até já tentou falar comigo, algumas vezes, mas fica-se pelo "posso levar uma cadeira"...Blablabla... Ele tem algum problema ou é só um coninhas? Conselhos para sair do impasse?
Anónima, 20, Porto

Doutor G: Cara Anónima, o que se passa é que ele tem namorada. De nada. Agora faz o que quiseres com essa informação.


Olá Dr. G, esta é a segunda vez que lhe escrevo, pela razão de há alguns anos não conseguir molhar o pincel de maneiras legítimas e másculas. Sou um dos muitos xoninhas de informática que lhe escreve, com muita dificuldade em deixar pipis húmidos e em concretizar. Tenho reparado que é adepto do Tinder para pessoas como eu, pois eu tenho-o utilizado (e sinto-me péssimo a fazê-lo mas é por um bem maior) e mesmo assim não tenho grande sorte, por isso gostava de saber se me podia dar algumas dicas. Tenho uma quantidade significativa de matches, mas 80% são de raparigas menos atraentes que eu (serve para a autoestima). Das atraentes, 5% avançam para amigas no facebook, 30% têm uma conversa interessante e flirty mas deixam de responder sem mais nem menos, em 55% a conversa não flui e 10% não respondem de todo. O que fazer para reverter estas estatísticas? É realmente possível praticar funaná pelado com alguém que se conhece no Tinder ou é só um mito? Todas as raparigas dizem sempre que estão lá por "brincadeira" e "para ver como é". Muito obrigado!  
José, 24, Almada

Doutor G: Caro José, continuas a tocar zumbinhas em frente ao computador passado tanto tempo? Começo a pensar que não tarda tens de começar a investir dinheiro para resolver o problema. Sim, o Tinder é uma boa solução para ti, uma app que não tarda vai ter de patrocinar o consultório ou começar a dar-me comissão. Claro que é possível ajavardar pipi alheio com o auxílio do Tinder e claro que as mulheres dizem todas que estão lá só para ver como é, tal como depois vão dizer «Vou só meter a cabecinha na boca para ver como é.». Deixa-as tentar enganarem-se a si próprias que pode ser que seja a tua sorte. Deixo algumas dicas para melhorar a tua taxa de sucesso no Tinder:
  • Altera a descrição do teu perfil para algo fofinho, mas, ao mesmo tempo, sensual. Exemplo: «Rapaz que gosta de dar cafunés, procura rapariga para casar ou algo mais sério como por exemplo uma conta de Facebook conjunta. Estou a brincar, o único perfil que vamos ter juntos é se nos tirarem uma fotografia enquanto fodemos em conchinha.»
  • Após responderem à mensagem tens uma janela de oportunidade de 24 horas até as convidares para sair. Elas estão "só a experimentar para ver como é que é" a falar com 50 gajos ao mesmo tempo e isto é como na peixaria do hipermercado: o primeiro a chegar-se à frente leva o peixe mais fresco.
  • Utiliza frases de abertura inovadoras, tal como: «Desculpa induzir-te em erro, mas sou disléxico. Era para ter feito swipe para a esquerda.». Recosta-te e aprecia o resultado.
Não posso revelar mais, pois esta temática será explanada num capítulo exclusivo do livro do Doutor G que irá sair depois do Verão. Como já é a segunda consulta que tens de borla, acho que o mínimo que podes fazer é comprar dois exemplares.


Olá Doutor G. estou a enviar-lhe esta mensagem por que preciso sériamente de uma opinião de fora. "Começei" com um rapaz bem mais velho doque eu (tenho 17 e ele 25) e o que acontece é que ele vai ser pai, fiz questão de lhe perguntar logo nas primeiras conversas se ele ainda estáva com ela, mas a resposta que obtive foi :" não, solteiro e bom rapaz" ... tudo bem a partir daí! Tive uma boa semana quando estive com ele, mas infelizmente vivo no algarve e ele em lisboa e lá tive de voltar! Sou bastante intuitiva e ficava a pensar pra mim se ele às vezes não ia ter com ela... o que aconteceu, passados dias seguintes, é que fiz web com ele e reparei que a cama tinha lençois com bonecos e o chão do quarto era preto, e na casa onde dormi com ele o chão era castanho, fiquei super desconfiada porque o chão do quarto da mãe do filho dele é preto (descubri isso graças a uma foto que ele tinha em casa dela) e os lençois da cama dela eram iguais... minha melhor amiga afirmou me que ele dormia com ela, mas ela não tem certezas de nada, e eu aqui no algarve muito menos! No entanto outros casos se sucedem, como ele para ela parar de discutir lhe dar "um mimo" e voltou a adiciona-la no facebook e colocou uma foto de capa deles os dois. Agora asério, parece ele está ou não com ela??! 
Anónima, 17, Algarve 

Doutor G: Cara Anónima, não, claro que ele não está com ela! Achas mesmo? Como é que te iria passar uma coisa dessas pela cabeça? Acho que estás a ser completamente paranóica e sem razão alguma... Mas tu comes gelados com a testa? Arre foda-se! Claro que ele está com ela, minha aventesma ingénua! Há gente que só à chapada que é para ver se lhes saltam os olhos das órbitras para que consigam ver para além das palas! Para não parecer insensível deixo algumas notas relativas à tua dúvida:
  • O meu corrector ortográfico encravou tal é a quantidade de erros que "descubriu" mal "começei" a verificação. Asério. Estou mesmo a falar sériamente. Preocupa-te mais em terminar o secundário do que com gajos cabrões que te tentam enganar.
  • Espero que quando fizeste "web" com ele não tenhas mostrado a cara. Regra de ouro da promiscuidade online.
  • Chão preto? Mas ele mora numa casa de putas ou quê? Chão preto só se usa quando se tem um labrador preto ou quando se tem calvície púbica.
  • A tua amiga afirmou, mas não tem certeza de nada. Ela que vá para política porque afirmar sem saber é 99% das habilitações para governar Portugal.
  • Vai ao mecânico afinar a intuição
É isto. Caga no gajo e vai brincar com bonecas.


Boas Doutor, venho pedir-te ajuda por que  estou numa situação complicada, no mês passado eu e uns amigos meus de Lisboa fomos a uma discoteca, mas eu abusei um bocado e fiquei podre de bebâdo, e a meio conheci uma gaja que vive perto de mim, em Povoa de Lanhoso, e acabamos a dar umas boas "montanhadas" na casa de banho, sendo que depois eles acabaram por ter de me levar de arrasto pa casa. Mas tou é mesmo preocupado porque a gaja é casada, e o marido é militar, e já me ameaçou partir o focinho, e agora não sei o que fazer, por favor ajuda-me Doutor! 
Miguel, 21, Braga

Doutor G: Caro Miguel, quem tem pila para esbardalhar mulher casada, tem de ter os testículos para apanhar no focinho como um homem. A tua única hipótese é fazer explodir uma bomba em Portugal que mate milhares de pessoas e fazeres com que pareça que tenha sido um atentado do Daesh! Assim, todos os nossos militares serão destacados para uma guerra algures no Médio Oriente e, com sorte, o marido dela morrerá por lá e tu ficas cá são e salvo e, ainda, com uma viúva badalhoca para consolar. Sou um génio do mal ou sou apenas um génio? De nada.


Espero que tenha sido do vosso agrado, algo que consigo medir pelo número de partilhas. Perceberam a dica? Sou muito subtil. Lembrem-se que quanto mais partilharem, mais gente vai apanhar isto sem saber bem o que é e mais dúvidas reais de pessoal que pensa que eu sou mesmo Doutor vão ser enviadas para porfalarnoutracoisa@gmail.com. 


Façam muito amor à bruta que de guerras o mundo já está cheio.






Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: