10 de outubro de 2017

Não percebo se um homem está interessado em mim



É dia de mais uma consulta "Doutor G explica como se faz".

Olá Dr. G, são agora 23h e eu tenho um questão muito inquietante. Eu tive um problema há uns meses atrás com o meu computador e levei-o a arranjar, até aqui tudo normal mas o homem que me atendeu era um pão que só me apetecia "trincar" e fui para casa com essa ideia na cabeça. E quando depois de uns dias fui buscar o computador ele estava lá, percebi pela conversa que era um nerd e encantou-me esse facto e mandei muitas indirectas que ele pareceu não entender. O que faço para ele perceber que eu quero que sinta o meu corpo ao pormenor? ( Sim eu vi que ele não tinha aliança). 
Glória, 27, Lisboa

Doutor G: Cara Glória, para a próxima, em vez de mandares indirectas, tenta mandar directas. Se continuar a parecer-te que ele não percebe, é só porque não está interessado em ti. Fácil. Nem todos os homens são burros e não percebem indirectas, às vezes são as mulheres que são feias. Pumba, mesmo a pé juntos só para começar.


Excelentíssimo Dr. G, precisava de conselhos em 3 casos que me estão a transtornar:
  1. Conhecemo-nos virtualmente mas vivemos bastante perto um do outro. Falamos cerca de 2 semanas e combinamos ir tomar café. Estivemos horas à conversa, no final ele diz-me que gostou muito e que temos de combinar mais alguma coisa. Isto em Abril. Em Junho enviou-me mensagem a perguntar se queria estar com ele, eu disse que sim e ele nunca mais respondeu. E depois dizem que as mulheres é que são difíceis, não é?
  2. Conhecemo-nos na noite e foi sempre a melhor pessoa do mundo comigo. Falamos 2 semanas todos os dias e combinamos almoçar juntos. Demo-nos super bem e no final disse que tinha adorado estar comigo e que tínhamos de combinar mais alguma coisa. Depois disto nunca mais me falou.
  3. Conhecemo-nos em Maio virtualmente. Falamos meses e depois de alguma insistência minha encontramo-nos em Setembro. Umas horas de conversa pessoalmente e pronto. Continuamos a falar mas convites nada. Conta-me coisas bastante íntimas. Será que me vê só como amiga?
Estarei a fazer algo de errado? É que gostava que pelo menos um deles desenrolasse, se é que me entende. Mil obrigadas desde já!    
Raquel, 22, Porto

Doutor G: Cara Raquel, vamos por pontos:
  1. De Abril a Junho também não lhe disseste nada? É o que dá ficar à espera. Ele não é difícil, simplesmente não está assim tão interessado em ti.
  2. Mais uma vez, ficaste à espera que fosse ele a dizer qualquer coisa. Se ele te convidou para almoçar e disse que deviam combinar mais alguma coisa, podias/devias ter tomado a iniciativa. Entretanto, ele arranjou outra.
  3. Tem namorada, provavelmente, mas gosta que lhe subas o ego.
Não sei se estás a fazer algo de mal, mas noto um padrão que é eles perderem o interesse depois de te conhecerem pessoalmente. Como não tive acesso a fotografias tuas, não posso julgar se há algo de errado ao nível da tua face. Parece-me que tens é de ser mais proactiva. Se queres... convidas! Isto de estar à espera que sejam os homens a tomar a iniciativa é do tempo em que as mulheres não podiam votar. A igualdade também é para isto. Também se pode dar o caso de eles serem todos umas bestas e de ficares melhor sem eles. Ao menos não cagaram para ti só depois de te levar para a cama. Os homens já não são o que eram.


Bom dia Doutor G. Sempre fui muito criativo e desde algum tempo desenvolvi uma técnica de sedução que tem demonstrado ser eficiente. Aos Sábados a tarde visto-me de preto e frequento cemitérios a procura de miúdas giras. Consoante as miúdas/ mulheres que aparecem adapto a cena e fingo que estou emocionado na campa ao lado. Supostamente já perdi esposa, filhos e primos. Só não matei os meus país não vá o diabo tecê-las. E já resultou em alguns contactos para “trabalhar“. Estou a pensar entrar no “mercado “dos hospitais ao Domingo a tarde, e começar a visitar desconhecidos para meter conversa na sala de espera dos hospitais ... Será que tenho problemas?  
P.G, 32, Vila Real

Doutor G: Caro PG, não tens problemas, és só uma pessoa de merda. Ah, e "fingo"? Fingues o quê? O que é finguir? Desconheço. A tua sorte é que nunca vais sentir a dor de perder uma esposa ou um filho porque ninguém vai querer casar e procriar contigo. De qualquer das formas e porque gosto de ajudar toda a gente, aqui ficam algumas dicas de engate para Funerais:
  • «Tenho algo em comum com o morto. Ambos temos partes do corpo com sintomas de rigor mortis.»
  • «Bem, lá vai ele ser enterrado sete palmos abaixo de terra. Se também quiseres ser enterrada um palmo, diz-me.»
  • Na altura em que houver silêncio, gritas: «Mexeu-se! Está a acordar!» Depois viras-te para a rapariga e dizes -lhe ao ouvido: «Estava a falar do meu pénis. Obrigado.»
  • «Costumas vir aqui muitas vezes?»
E para Hospitais:
  • «Olá, sou o Zé. Se por acaso ficarmos juntos para sempre, vou agradecer à micose nas virilhas que me fez vir às urgências.» Atenção que não precisas de dizer que te chamas Zé.
  • «Como te chamas? Descansa que não te quero levar já para a cama! Acabei de fazer uma circuncisão e vamos ter de esperar pelo menos uma semana.»
  • «Gonorreia? Clamídia? Herpes genital? Verrugas genitais? Piolhos púbicos? HIV? Hepatite C? B? Sífilis? Candidíase? Aftas? Hemorróidas? Se não estiveres aqui por nenhuma dessas razões, gostava de saber como te chamas.»
  • Veste uma bata de médico e vai ter com a rapariga mais gira e diz-lhe: «Os seus exames estão prontos. Os seus triglicéridos estão bastante altos, preciso de lhe examinar o pipi… a vagina, quero eu dizer! Juro que sou mesmo médico!»
De nada.


Olá doutor G, daqui fala uma jovem de 18 anos cuja vida amorosa nunca foi muito estável. Assumi-me há uns 2 anos e desde aí que só cai fruta na minha cesta mas a única fruta que eu quero é mesmo a rapariga por quem me apaixonei há um ano atrás, o único problema é que ela é uma suposta hetero porque desde que nos conhecemos que a foda é bastante regular, no entando essa também me fode a paciência e a alma com o seu também suposto namorado que tem aparência de judeu que só come batatas e terra, coitado... Queria saber se deslargo e continuo a ser uma rebelde viajante pelo mar de sexo sem sentimento e vida sem estabilidade, ou uma sofredora (no entanto sofro com estabilidade) com uma rapariga que amo mas que só me quer para foda?
Anónima, 18, Porto

Doutor G: Cara Anónima, a minha experiência com relações lésbicas são apenas fruto de uso recreativo e, por isso, admito a minha falta de capacidade para responder a esta pergunta. No entanto, vou responder como faria caso estivesses apaixonada por um rapaz que tem outra rapariga e que te anda a comer: ele não vai deixar a namorada por ti, caso contrário já o teria feito. No teu caso pode haver a atenuante de ela não estar ainda preparada para sair do armário e assumir uma relação lésbica, mas, à partida, só deve estar interessada em afagar carpetes sem ser a seco. É aproveitar, ou partir para outra.


Caro Dr. G, conheci um Zuca no Tinder. No último encontro fizemos a luta greco-romana e depois disso apesar de no dia em questão ele ter sido fofo, a criatura começou a mostrar pouco interesse ou nenhum em voltar a lutar comigo, deixando de dar por completo sinais vida. Pondo isto apesar de ele me ter dado sinais ambíguos dei por mim (juntamente com uma amiga) a pensar se também o teria feito, visto que antes já fui acusada de ser demasiado prática neste tipo de assuntos. Pergunta: tirar só uma perna das cuecas é sinal que estou com pressa e que apenas quero sexo? Entretanto conheci outro rapaz. Também no Tinder e também​ brasileiro. Que tem mostrado pouca pro-actividade no que toca a marcar o primeiro encontro apesar de se mostrar interessado. Está farto de dizer que nos temos de encontrar mas não marca nada em concreto. O que faço para que a criatura acorde para a vida e se comporte como um Viking que quer ir para Valhalla? (Enviar nudes está fora de questão)  
Anónima, 25, Bairro da Covina

Doutor G: Cara Anónima, olha outra. Mas as mulheres andam todas avariadas do sistema? Qual é a parte de que o primeiro gajo só te queria para sexo que não percebeste? Claro que foi querido no dia em questão, era dia de São Dar e Receber. Depois, foi à vida dele, seja porque não gosta de repetir cromos ou porque o funaná pelado não foi de voltar a encher o prato. Acontece. Tirar só uma perna das cuecas não é sinal de nada, às vezes até um chegar para o lado é suficiente. Não é sinal de pressa e quem só quer sexo, é só giro. Relativamente ao segundo gajo, ele já fez a parte dele que foi sugerir que deviam encontrar-se. Agora, sê uma cavalheira e propõe tu o dia e local. Os homens gostam de mulheres com iniciativa e no Tinder as mulheres têm de se adaptar porque os joguinhos de fazer de difícil já não funcionam tão bem porque ele está a falar com outras 20 ao mesmo tempo. Olha, convida-o para irem ver o meu espectáculo de stand-up comedy, por exemplo! Vai estar em várias cidades, mas apressa-te a comprar bilhetes porque há datas que já estão quase esgotadas. Lisboa, Porto e Aveiro, por exemplo, não falta muito. Os bilhetes estão à fenda na FNAC e NESTE LINK.


Caro Doutor G, por favor não me desenhe um fluxograma como resposta ou irei ficar exatamente igual. Tenho um crush num rapaz. Conheci o ''Alberto'' através da Ana. São do mesmo grupo de amigos e sempre que saio com a Ana acabo por ficar com essas pessoas. O Alberto é ''a rainha da noite''. É o tipo extrovertido. Quando saímos não há propriamente um clima porque tudo o que Alberto diz é interpretado na brincadeira. Além disso ele tem namorada já há alguns anos, o que não ajuda no problema. Há uns tempos atrás fomos sair e eu decidi ir para uma pista diferente para não ter de lidar com as substâncias a fazer efeito e a presença dele, mas infelizmente essa pista fechou mais cedo e não estava com muita vontade de voltar para casa sozinha. Fui ter com a Ana ao andar de baixo. Tentei mandar mais substâncias mas não surtiram efeito, o objetivo era conseguir lidar com o techno chill que estava a dar. Acontece que o Alberto estava lá mas saiu mais cedo e quando ele foi embora parece que a minha alma ficou vazia. As sete e meia da manhã eu e a Ana lá voltámos para casa e desde então não tenho parado de pensar que posso estar ter ''deep'' feelings por um amigo dela e quem sabe, no impulso, arruinar a minha relação atual com o Alberto que consiste em mandar piadas a ver quem é mais mórbido e porcalhão o que significa, como consequência, que sair com a Ana não vai ser a mesma coisa. O que faço doutor g?

PS: Tenho a acrescentar que suspeito que a relação entre o Alberto e a namorada anda tensa.  
Anónima, 22, Lisboa

Doutor G: Cara Anónima, já que pediste para não desenhar um fluxograma, irei então responder através de um modelo de dados UML.
O que é que isto quer dizer? Nada, mas achei giro. Se avanças para o Alberto ou levas com o pés e fica estranho, ou não levas e a tua amiga tem de segurar vela e fica estranho na mesma. Se não avanças, ficas na dúvida no que teria dado e pode ficar estranho na mesma. Em suma: vai ficar estranho de qualquer forma, mas ao menos que a estranheza seja feito com corpos pelados e suados e depois logo se vê. A relação com a namorada está tensa porque ele anda a sair com duas gajas e ela fica em casa.


Obrigado a todos e, como sempre, até para a semana e continuem a enviar as vossas dúvidas para porfalarnoutracoisa@gmail.com. Mais uma vez, se quiserem ver o meu primeiro espectáculo de stand-up comedy a solo - que irá ter uma consulta do Doutor G ao vivo - podem comprar os bilhetes neste link.


Partilhem e façam amor à bruta porque de guerras o mundo já está cheio.






Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: