8 de março de 2018

Falta de Chá na SIC Radical



Parece que isto vai acontecer. Quando? Amanhã, sexta-feira, dia 9 de Março, às 16:15h na SIC Radical. A primeira temporada do Falta de Chá vai ser transmitida, um episódio por semana, com repetições com fartura para toda a gente ver.


A televisão pode não ter o poder de outrora, mas continua a ser o grande selo de qualidade e a melhor forma de colocar alguma coisa no mapa. Ser "apenas" um projecto da net ainda é visto de lado por muitas marcas e pessoas do meio. Por isso, o objectivo desta reposição é a satisfação pessoal de ter essa aprovação de um canal com grande passado na comédia portuguesa e, também, levar a série a mais pessoas e a outros públicos. Por isso, obrigado a todos vós que apoiaram a série desde o início, já em 2016, e que lhe deram visibilidade para agora tentar outros voos.

Apesar de eu e o Ricardo Cardoso sermos génios, mais eu, obviamente, esta série nunca teria acontecido sem o apoio e participação de muitas outras pessoas. Por isso, quero deixar aqui muitos agradecimentos a toda a gente que participou, directa ou indirectamente, nesta aventura:

Desde logo, à produtora Até que Enfim, por ter apostado neste projecto meio maluco e por estar nele tal como nós: sem ganhar nada em troca. Foi uma equipa perfeita que aqui se juntou e que apenas tinha como objectivo criar algo diferente e com qualidade. Investiram do tempo deles, a custo zero, pela mesma razão que eu e o Ricardo o fizemos: criar coisas giras. Por isso, agradecimento a todos eles: Pedro Ramos, João Vicente, João Solano, Diogo Pires, Rui Carvalho, Paulo Bagulho, Francisco Rodrigues, Orlando Borges, André Pereira, André Gouveia.

Quero agradecer a todos os espaços onde nos deixaram gravar, enriquecendo os cenários da série e, também, sem pedirem nada em troca:
Ao Afonso Cruz por ter feito o bonito logótipo do Falta de Chá.

Às pessoas que perderam tempo de vida a ser figurantes só para nos ajudar a que os sketches ficassem mais compostos: Marco Talento, Nuno Ferreira, Pedro Castanheira, Pedro C., Rúben Rosa, Tiago Cardoso, Afonso Baptista, André Costa, António Santos, Belmira Duarte, Bruna Gonçalves, Francisco Nunes, Hugo Amorim, Iola Martins, José Duarte, Luís Alves, Rita Grosso, Rui Duarte, Rui Geadas, Xana Morgado, Diana Santos, João Pereira, Rita Capelo, Rui Gouveia, Sofia Pitta, Sophie Le Roy, Lara Mesquita, Henry Ferreira, Joana Maria Sousa, Paulo Sousa, Tiago Dias, Milene Santos.

Aos convidados especiais:
  • André Nunes, um actor a sério e que aceitou entrar num bonito sketch. Na segunda temporada vai entrar em mais, só para aprender a não dizer que sim às pessoas.
  • Ana Luísa Costa, por dar vida a várias personagens, também ela uma actriz a sério, e fazer essas personagens ficaram com muito mais piada do que se fossemos nós com uma peruca a fazer.
  • Maria João Rosa, jornalista da TVI, por ter aceitado ser a nossa pivot a abrir e a fechar a série e dar assim alguma credibilidade a toda esta palhaçada.
À Mascarilha por nos emprestar uma catrefada de material para que as nossas personagens ganhem vida.

Ao Tá Bonito e ao Ainanas por irem partilhando os episódios e ajudando a chegar a mais gente.

Agradecer também à equipa da Meio Termo por ter convencido o Pedro Boucherie Mendes que esta era uma boa aposta e agradecer, também, ao Pedro por se ter deixado convencer disso e apostado, uma vez mais, em humor nacional quando os outros canais estão quase todos vedados a isso.

E, por fim, um agradecimento às duas pessoas que tornaram isto tudo possível: os meus pais, que me fizeram. E os pais do Ricardo Cardoso, vá.

Enquanto vêem ou revêem a primeira temporada, vamos terminar de gravar a segunda que, esperamos, seja ainda melhor do que esta. Vai estrear este ano, possivelmente em Setembro e conta com ainda mais sketches, mais convidados (posso adiantar desde já Bruno Salgueiro, António Raminhos, Jel, entre outros), mais palermice e com o mesmo empenho de criar algo diferente e que vos divirta. Obrigado a todos.

PS: Se me estiver a esquecer de alguém nos agradecimentos, peço desde já desculpa, mas a minha memória já não é o que era.



PODES SEGUIR-ME NO INSTAGRAM

Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: