23 de julho de 2014

Momento Kodak: Um dia no IST



Andei a vasculhar as minhas gavetas e encontrei lá um pequeno texto que data de 2005. Deixo-o aqui inalterado, só para verem que já pelo menos há 9 anos que sou bastante parvo.


Há dias, que, pela forma penosa como começam, nos deixam alegres de pensar que pior é impossível ficar. O dia de hoje é o mais perfeito exemplo disso. A bem dizer o dia hoje não teve um começo visto que as horas de sono dormidas serem iguais a ZERO. Ora bem, directa em cima e tal, a estudar, ou a tentar pelo menos, saio de casa as 7:15h e rapo o frio mais acutilante (como sinónimo posso utilizar "filho da puta"), de toda a minha vida. Em cinco minutos de caminho, durante o qual proferi todos os vocábulos ordinários existentes, fiquei com as orelhas e dedos em ferida (vulgo frieiras). Omitindo os pormenores da viagem (sovacos escancarados exalando um cheiro putrefacto, como exemplo), cheguei a essa magnífica (ironia/sarcasmo) instituição que dá pelo nome de Instituto Superior Técnico na qual sou aluno do curso de Engenharia Informática. O programa de festas para essa manhã era um exame de Sistemas de Sinais cuja chamada era a última e cuja matéria por mim sabida, compreendida e assimilada, tendia perigosamente para zero.

Chegando lá, entrando na sala (1 hora de antecedência), revendo alguns pontos da matéria (notar bem que aqui o verbo "rever" não será talvez o mais apropriado), começam a chegar os bichos, leia-se alunos, à sala. E qual não é o meu espanto quando quando vejo, incrédulo, julgando serem alucinações provocadas pela tortura do sono que impus a mim mesmo, um aluno que coitado vinha fazer melhoria pois "só" tinha tido 19 no primeiro exame. Pronto perdia a cabeça! 

Quer dizer "estava-me a correr bem o dia... e vem aquele maricas a dizer que" vem fazer melhoria!

E pronto, fiz exame, correu mal, muito mal, arrumei a trouxa, vim para casa e decidi escrever este texto só para expressar a minha indignação. É que um gajo tenha tido 10 e venha fazer melhoria pronto... agora levantar cedo, com o frio que estava, para ir tentar tirar 20 numa cadeira que já tinha 19. É de quem tem as prioridades todas trocadas, ou então é só de quem é parvo.


E foi isto. Momento Kodak, espero que tenham gostado. Já que aqui estamos podem também ler este texto sobre a minha experiência nas PRAXES no Instituto Superior Técnico.





Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: