18 de janeiro de 2017

É errado namorar com o ex namorado de uma amiga?



O Doutor G está de mau humor. Deve ser do frio ou que é. A melhor maneira de melhorarem o meu humor é comprar o belo manual para fazer sexo à bruta de diminuir guerras no mundo à venda neste link. Vamos então esclarecer (e achincalhar) pessoas em mais uma consulta "Doutor G explica como se faz".


Doutor G, antes de mais, adoro-o! Não consigo esquecer o passado do meu namorado, já namoramos há quase um ano e meio e por uma vicissitude acontecida antes de começarmos a namorar, não consigo deixar o passado ir. Resumidamente eu e o meu namorado conhecemos-nos no tinder só para sexo, não acordamos isso, mas por diversos fatores, ambos percebemos que ia ser só sexo. Mas do sexo evolui para aquela relação conas de passear, jantar, blá blá blá, acabar com "gosto muito de ti". Eu como tinha 18 anos, acreditava nisso. O problema foi quando ele teve relações sexuais com a ex, mãe do filho dele. Não tinhamos dito que eramos exclusivos, mas aquilo magoou-me por causa de ter acreditado nos "gosto muito de ti" vindo dele. Blá blá blá.. falamos e voltamos a sair, pouco tempo depois, começamos uma relação séria e monogamica. Sei agora que ele é o melhor namorado do mundo e não penso que ele me trai ou irá trair. Mas não consigo deixar de pensar no que aconteceu. Conselhos, por favor, Doutor G. Que faço para conseguir relaxar, largar o passado e não prejudicar a minha relação?     
Anónima, 20, Braga

Doutor G: Cara Anónima, se sabes que ele é o melhor namorado do mundo e que não te vai trair, só tens de deixar de ser gaja e esquecer o passado. Ele pode não te ter mentido quando disse que gostava mesmo de ti e foi para a cama com a mãe do filho. Os homens, e as mulheres, não deixam de ir para a cama com terceiros porque gostam dos parceiros. Deixam de o fazer porque tem de ser, porque na verdade toda a gente queria andar por ai numa bonita salganhada de chicha alheia. Logo, se vocês não tinham uma relação assumida, é normal que ele tenha ido dar uma de despedida. Certo ou errado? Isso é com cada um, no entanto, se o perdoaste e agora namoram há mais de um ano e confias que ele nunca o voltaria a fazer, só tens de esquecer. O pior no meio disto tudo é ele ter um filho, a tua sorte é que os homens são discriminados e raramente ficam com a custodia dos filhos e assim não tens de o aturar tantas vezes.


Olá Dr. G, eu ao longo da minha vida sempre e só me envolvi com homens sexualmente. E na verdade eu agora namoro com um espectacular já há 5 anos, mas agora no meu trabalho foi para lá uma mulher e dei-me muito bem com ela, tão bem que andamos sempre juntas e vamos às compras e quando experimentamos roupa no reprovador eu vejo-a a despir roupa dela e isso provoca em mim vontades de a beijar, mas depois penso que sou comprometida e que é errado e uma fase. Só que eu agora costumo aparecer em casa dela mais cedo só para ver de lingerie antes de irmos sair. E a verdade é que eu amo muito o meu namorado, acha que isto é só uma fase? É que já passaram 7 meses desde que comecei a ter vontade de a beijar.
Confusa, 38, Lisboa

Doutor G: Cara Confusa, experimentam a roupa no reprovador? Realmente as lojas costumam reprovar a presença de duas pessoas no mesmo provador, por isso até faz sentido. Acho que querer esbardalhar pipi não é uma fase, pelo menos espero que não seja. Há estudos que dizem que todas as mulheres são bissexuais e aposto que esses estudos foram feitos por gajos que estavam a tentar convencer a mulher a alinhar numa luta greco-romana a três. Tens a teu favor o facto de nenhum homem ver a atracção da namorada por outra mulher como algo negativo. Sim, ele pode ficar ofendido se chegar a casa e vos vir enroladas, numa bonita tesoura de chicha, mas não pela traição em si, mas porque não foi convidado para a festa. Maior falta de respeito do que trair o namorado com outra mulher, é não o deixar pelo menos ver e/ou filmar. Agora, faz o que quiseres:

  1. Espera que passe já que há quem diga que lesbianismo é doença;
  2. Avança e oferece-te utilizares as tuas mãos como wonderbra;
  3. Diz ao teu namorado só para ele ficar de água na boca a tentar disfarçar a excitação com um «Pensei que eu era suficiente para ti.».

Olá Dr.G, envolvi-me com o ex-namorado de uma amiga minha. Este caso não foi premeditado, começamos a falar por acaso, alguns encontros e a coisa deu-se. Sinto-me super bem com ele. Mas não fazemos questão de divulgar. A relação deles já terminou acerca de 3 anos. O que se passa é que sonho frequentemente que ela descobre, fica super mal e quer voltar para ele. Isto faz sentido? Preciso de ajuda Dr.G  
Sara Elisa, 24, Baião

Doutor G: Cara Sara, o sexo nunca acontece por acaso. Nunca é «Ops, já que estás aí dentro...», por isso guarda as mentiras para tranquilizar a tua consciência que já bastam os padres que dizem «Aconteceu por acaso... as crianças já estavam ali de joelhos...». Andar com o ex-namorado de uma amiga é o mesmo que abrir o frigorífico sem autorização e ratar o tupperware da comida do almoço da tua amiga. No meu trabalho acontece muito isso: chamo-lhe o guaxini cleptomaníaco alimentar. Com tanto homem que há por aí, para quê ajavardar com o que já foi da tua amiga? A pergunta que se impõe é: quão tua amiga é ela? Como tal, e para te ajudar, vou recorrer a um fluxograma:
Ah e tal, e se nos apaixonarmos? Só nos apaixonamos se dermos oportunidade, por isso não me venhas com tretas.


Boa noite sr dr. É o seguinte, neste mais recente reveillon uma conhecida, com bastantes amigos em comum, fez-se a mim à descarada, mas, devido a uma serie de complicações, acabamos por nao estar no mesmo sitio, e a coisa nao se passou. Agora, tem falado bastante comigo, mas sempre com a conversa oposta, mas, falando sempre, mesmo que lhe responda mal. Já fomos tomar um café e nenhum desenvolvimento. O que fazer? Deixar estar a ver se dá, ou acabar com merdas, e avançar? De anotação fica que, na passagem de ano, tudo e todos estavam bebedos!
Anonimo, 20, Braga

Doutor G: Caro Anónimo, o tempo que perdeste a enviar a dúvida tinhas investido em espetar-lhe com o teu escalope demolhado na boca. Ela quer, mas está a amar-se em fina. Se ela recusar o teu ósculo, partes para outra. A tua dúvida é uma das mais recorrentes e começo a ficar farto de xoninhas que não seguem os conselhos deste fluxograma (onde se lê "interessado" pode ler-se "quer ajavardar":

Caro Dr G, ando há uns meses com um moço e tudo corre bem. No entanto, quase sempre que fico por cima durante o sexo, uma coisa estranha acontece: o pobre fica com metade da cara dormente! Ele diz que nunca aconteceu com outras parceiras apesar de ser uma posição que já tinha praticado antes. Não tem mais sintomas estranhos e nem perde a tusa, quando ele nota que esta a acontecer, paro um bocadinho mas fico super assustada e não quero mata-lo! Sabe de situações semelhantes? Tenho uma vagina assassina?
Rita, 25, Lisboa 

Doutor G: Cara Rita, isto faz-me lembrar uma dúvida de uma consulta anterior. Depois desse consultório, houve uma médica a sério a enviar-me email em que disse o seguinte:

«Sou interna de Neurologia num ilustre hospital de Lisboa. Na minha humilde opinião, a anónima que enviou a questão acerca da cefaleia no coito com alterações sensitivas da face deveria ir a um serviço de urgência por essas queixas que, embora por vezes possam ser perfeitamente inocentes, podem ser alertas para patologia grave e incapacitante cuja exclusão necessita de exames de imagem. Digo urgência porque a generalidade dos hospitais infelizmente não tem consulta de Neurologia em tempo útil. Se possível, gostaria que encaminhasse esta informação para a anónima em questão, anónima essa que deveria manter-se abstinente até ser avaliada.»

Cefaleia é dor de cabeça, os médicos é que têm a mania de usar termos caros para dizerem que o curso afinal valeu a pena. Não tarda o Doutor G tem de começar a ser patrocinado pelo SNS que isto é serviço público. De notar que a médica em questão pode ser só uma invejosa que não tem quem lhe dê picas e então decidiu enviar este email só para ver se consegue que os outros fiquem abstinentes. De qualquer forma, se ele morrer em pleno acto, isso só pode ser um elogio e um bom acrescento ao CV na zona de competências artísticas. 


Caro Doutor G: sou virgem, curtia experimentar... Mas não queria começar por uma one night stand a acabar em gravidez porque o latex rompeu... Nos últimos tempos (3 anos para ser exata) só me calham rapazes que quando percebem que ou sim senhores funaná, mas com compromisso, ou que não quero nada nas primeiras cinco vezes que saímos... partem para outra. Sou eu que sou demasiado exigente ou tenho um íman para parvos? 
Daniela 20, Porto 

Doutor G: Cara Daniela, neste caso pode dizer-se que tens um hímen para parvos. Ah ah ah. Sou um galhofeiro. Aqui fica um fluxograma para te ajudar a decidir a tua vida:
O Doutor G acha que se deve sempre esperar por alguém especial, já que existe sempre uma grande probabilidade, nas mulheres, de cair na zona de arrependimento se tal não for feito. No entanto, tens de encontrar um equilíbrio para os anos não passarem e não ficares para sempre na zona de freira. Não ajudei muito, pois não? Também não pagaste consulta, por isso não te queixes.


Três fluxogramas numa só consulta? É o que dá o Doutor G ter um curso de engenharia e não de medicina. Até para a semana e continuem a enviar as vossas dúvidas para porfalarnoutracoisa@gmail.com. 


Partilhem e façam muito amor à bruta porque de guerras o mundo já está cheio.






Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: