15 de junho de 2013

Para ser palhaço tem que se trabalhar


Ofender, ainda que ao de leve (tipo festinha com força), o Presidente da República pode dar direito a tau tau e castigo. Sabiam? Se calhar desde o comentário do Miguel Sousa Tavares e agora de um senhor que teve que pagar 1300€, poucos de nós estavam ao corrente disso.

Eu acho a lei ridícula mas se existe é para ser cumprida. Mas se é para ser cumprida é em todos os casos, e não só em alguns para meter medo e fazer deles exemplo. É como bloquear um Renault 19 com 20 anos e deixar o Mercedes novinho que está ao lado, igualmente mal estacionado, sem uma multa sequer.

Mas compreendo a multa de 1300€, já que me parece-me realmente ofensivo mandar um idoso trabalhar. É não ter respeito pelos mais velhos, que trabalharam a vida toda e que ainda por cima vivem com uma reforma com a qual se vêem Gregos (ou Tugas) para pagar as despesas.
Mas agora num tom mais sério, "Vai trabalhar" parece-me, não uma ofensa mas uma preocupação com o estado do país e até da saúde do nosso presidente. Quantas vezes já se ouviram idosos a dizer que "parar é morrer" ou que "trabalhei toda a vida e por isso é que tenho esta saúde de ferro"?

Relativamente ao comentário do Miguel Sousa Tavares, discordo, já que existem bastantes diferenças.
Um palhaço só tem piada enquanto é de dia. Encontrar um palhaço num beco depois do sol se pôr é tudo menos cómico! Com o Cavaco é parecido, a diferença é que mesmo de dia ninguém quer dar de caras com ele.

E agora pergunto, e se se ofender o candidato e não o presidente? Do género, pela altura das eleições: "Este candidato Cavaco é um grande palhaço! O presidente Cavaco não! Esse é impecável! Mas como candidato... BUHHHHH" Com um bom advogado um gajo safa-se de certeza. Deixo para alguém experimentar.

Se o Cavaco tivesse sentido de humor, no próximo comunicado ao país aparecia vestido de palhaço e dizia "Portuguesas e portugueses, estou aqui a trabalhar como se não houvesse amanhã, que até já tenho calo nos dedos de apertar esta flor que esguicha."

Era gajo para ficar a gostar um bocadinho dele.





Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: