18 de maio de 2015

Eu não queria falar de futebol...



Como hoje não se fala de outra coisa, lá cedi à tentação de fazer um texto sobre futebol, embora a Buraca seja o único sítio que não se nota que o Benfica foi campeão.

Carros a fazer rotundas a chiar, petardos, tiros e pessoal de fato treino do Benfica nas ruas são um dia como outro qualquer.

Já eu tinha escrito este texto mas vim aqui editar só para dizer que os distúrbios que se passaram ontem no Marquês só vieram provar que 34 é também o número de QI de muitos adeptos de futebol, seja de que clube forem. A reacção da polícia, inclusivamente um polícia que foi filmado a dizer "Vai para o caralho!" e ainda um "Chupa aqui!", enquanto colocava o cassetete a fazer de pénis (maior que o dele obviamente), também veio mostrar que as nossas forças de segurança são de uma classe impecável. Bem, mas como comecei por dizer, hoje vou ter que falar futebol, caso contrário ninguém me liga nenhuma. É raro, não que não goste do jogo jogado, porque gosto bastante, mas porque é difícil dizer algo diferente sobre este tema e porque é demasiado fácil fazer piadas sobre futebol. Fácil no sentido em que os adeptos da equipa contrária à que é visada na piada, vão-se rir não porque é boa ou má, mas porque goza com um clube rival. Acontece também o oposto, que é a piada ser efectivamente bastante agradável, mas os adeptos da equipa visada não se rirem. Isto porque o futebol, de todas as actividades que me lembre, é a que mais transforma as pessoas. Para pior. Amigos insultam-se nas caixas de comentários, estranhos andam à porrada no meio da rua porque acham que os seus jogadores têm a pila maior do que os da equipa adversária e em muitos países, como em Portugal, até se mata em nome de um emblema desportivo.

Portanto o que é que eu tenho a dizer? Tenho a dizer que apesar deste ano desde cedo ter deixado de acompanhar com atenção o campeonato, até porque cedo percebi que o Sporting ia ficar a ver navios novamente, me parece que o Benfica foi um justo vencedor. Foi o mais regular e o que errou menos face aos adversários. Teve ajudas dos árbitros em muitos jogos? Claro que sim... mas o Porto também. Até o Sporting teve, embora todos saibamos que neste caso nunca será por comprar árbitros, porque o Sporting não tem dinheiro para mandar cantar um cego, quanto mais para fazer com que um árbitro finja que é invisual. Eu desgosto do Porto e do Benfica por igual, não gosto de cânticos anti-benfica nem anti-porto. Não gosto do Luís Filipe Vieira nem do Pinto da Costa e gosto tanto do Jesus como gosto do Lopetegui. Não gosto dos dirigentes de nenhum deles mas gosto de muitos jogadores, dos que jogam bem e que estão lá para fazer o seu trabalho e não para incentivar à rivalidade desleal nem à violência. São esses que me fazem ver futebol e que fazem deste jogo o maior do mundo. Infelizmente para mim, os jogadores dos adversários são os que ganham sempre e deixam o Sporting para trás, porque os seus clubes têm mais poder no futebol, mais investimento e equipas 10x mais caras, mas sobretudo porque jogam melhor e merecem ganhar mais vezes. Devo no entanto confessar, que me dá algum gozo ver adeptos do FCP dizerem que o Benfica foi levado ao colinho, porque mesmo que tenha sido já aconteceu o oposto em muitos outros e não longínquos anos. Anos esses em que muito provavelmente o Porto ganharia na mesma sem essa ajuda dos homens de negro, porque era efectivamente a melhor equipa em Portugal, como tem vindo a ser quase todos os anos desde que me lembro de ver futebol. Desta vez foi o Benfica, parem lá de chorar porque ao menos vós portistas não chorais todas as épocas há 15 anos como nós, lagartos. Resta-nos o orgulho de jogar com portugueses, com diamantes em bruto da formação que invariavelmente vão ser lapidados lá fora ou pior, nos rivais.

Posto isto, ficam aqui uma série de piadas só para chatear os benfiquistas e portistas que não têm sentido de humor, os outros ou se vão rir ou não achando piada não irão ficar ofendidos, porque são pessoas inteligentes e como tal, não levam a sério o que eu escrevo:
  • O ponto positivo da vitória do Benfica, é que muita gente vai colocar o símbolo do SLB como foto de perfil e o Facebook fica aparentemente com menos gente feia;
  • Jorge Jesus é dos grandes embaixadores contra o acordo ortográfico;
  • Há muitos adeptos do Benfica que estão desconfortáveis em dizer que são bi-campeões. Preferem dizer que são hetero-campeões vezes dois;
  • Um portista queixar-se que o rival foi ajudado pelos árbitros é o mesmo que um pedófilo queixar-se que é violado no duche da prisão. É irónico e merecido;
  • "Era um Pastel de Belém e um kompensan, se faz favor!", vai ser a única forma dos adeptos do FCP conseguirem saborear novamente esta sobremesa portuguesa. Estou a brincar, os adeptos do FCP nunca diriam "por favor"... diriam "faz fabor". Caraças que agora eu parecia o Quaresma a trocar-vos as voltas, é melhor verem se não vos falta nada na carteira;
  • Os adeptos do Benfica vão festejar até às tantas porque muitos deles amanhã não trabalham. É normal, porque o desemprego está tão alto que afecta todos os adeptos dos clubes por igual, mas sendo que eles são em maior número é normal que haja mais desempregados benfiquistas. Às vezes é preciso ler até ao fim, se pensaram que eu estava a dizer que os benfiquistas têm menos habilitações, é porque esse preconceito está na vossa cabeça.
"Ah e tal, então porque é que não fazes piadas com o Sporting ó meu filho da puta atrasado mental do caralho?!?!?!?" Perguntarão alguns de vós mais eruditos.

Ao que eu respondo que não o faço, porque é feio gozar com quem não sabe defender. Nem construir jogo.

"Ahhh és um aziado do caralho, havias de morrer com um very-light!!!" comentarão outros missing links da teoria de Darwin. Não, não sou aziado, sou sportinguista e sportinguista não tem azia, tem refluxo gástrico, porque parece muito mais fino. "Isso é tudo dor de cotovelo meu bói almiscarado! Devia-te de nascer uma árvore de pimenta rosa no cu!!!", dirão outros com interesses na fauna e flora aprimorados. Não, não é dor de cotovelo, porque qualquer sportinguista que se preze já tem os cotovelos com calo e já não sente qualquer tipo de dor. Árvore de pimenta no rabo também não iria fazer grande mossa, já que a constante sodomia da arbitragem ao longo dos anos foi insensibilizando a zona.

Depois de me queixar também eu da arbitragem mas voltando a acentuar que o Sporting não ganhou o campeonato este ano porque não mereceu, resta-me felicitar os benfiquistas pelo campeonato ganho e deixar uma palavra de apreço aos Portistas por com uma equipa nova e sem treinador terem dado tanta luta. Ao Sporting, fica o desejo que seja vencedor da Taça de Portugal, mas se por acaso não o for eu cá estarei para desdramatizar, dizendo que é uma competição sem importância. Caso ganhe vou dizer que até gosto dela do que do campeonato. Isto porque quando toca ao futebol somos todos iguais, um pouco hipócritas e muito pouco Charlies.





Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: