2 de abril de 2015

O Coelho deseja-vos uma Santa Páscoa


Bom dia coisinhas e coisinhos. É quinta-feira mas é como se fosse sexta, bem que podem agradecer aos Judeus que mataram Cristo. Ontem nas notícias alertaram para a possibilidade da Páscoa ser cancelada, porque o Coelho da Páscoa andou a fugir às responsabilidades e esteve anos sem pagar a Segurança Social referente ao seu negócio franchise de ovos de chocolate. Estes Coelhos não são de fiar, estão sempre a tentar meter qualquer coisa ao bolso. Sorte a nossa que não é um Canguru, porque se fosse ainda tinha mais espaço para roubar no seu saco azul marsupial. O Coelho da Páscoa já prestou declarações, dizendo que não foi notificado pelo Pai Natal de que os ovos de chocolate precisavam de ser taxados, pensando ele que devido ao facto de ter entrado no ramo da chocolataria por via sacra, estaria isento dessas contribuições. O Pai Natal já reagiu e disse que a culpa é do sistema informático, administrado por um duende do IEFP. Ufa, ainda bem que ficou tudo esclarecido e que a tradição se mantém. Sabe-se agora que o Coelho faz parte de lista VIP, juntamente com o próprio Pai Natal e o seu motorista Rodolfo e ainda com o Cavaco Silva, figura mitológica cujo poder é espantar gaivotas.

Sendo que a tradição ainda é o que era, vamos então amanhã celebrar a morte de Cristo? E no Domingo louvar o facto de ele ter ressuscitado e ascendido aos céus? Vamos a isso! Domingo é para comer à bruta, que deve ter sido a primeira coisa que ele fez quando saiu da gruta. Depois de três dias fechados sem comer nada, deve ter chegado cá fora com uma larica daquelas de quem consumiu drogas leves.

Aliás, Jesus só conseguiu ascender aos céus porque tinha perdido 10 quilos.

Eu com esta barriga proeminente com que estou, no máximo ascendia ao 2º andar e era de elevador. Tenho que ver se começo a emagrecer se ainda quero ter hipóteses de ser o Messias Albufeira 2015. Amanhã já sabem, nada de comer carninha, que Deus faz beicinho. Deus é um gajo atento aos detalhes e se vocês comem uma sandes de queijo com uma fatia de fiambre lá escondida, têm que rezar dois Pais Nossos de joelhos, enquanto enfiam os dedos na goela e vomitam o pecado numa espécie de absolvimento bulímico. Amanhã é dia de abstinência de tudo o que são prazeres, como forma de respeito às chibatadas que Cristo levou no lombo. Até os padres vão abdicar do seu maior prazer amanhã, que aposto que vocês já estão a ver qual é... Isso mesmo, hóstias com Nutella. Pensavam que era degustar a carne tenra dos meninos do altar? Não sejam ordinários.

Eu acho que a Igreja devia modernizar as suas celebrações e a Pácoa é uma delas. Porque não uma rave numa Igreja para celebrar a morte do Senhor? DJ São Mateus a passar remixes de música sacra com reggaeton seria épico! Um dueto ao vivo com Ana Malhoa vestida de freira turbinada e os Divinus era de se lhe tirar o chapéu papal. Para as beatas ficarem todas malucas, preparavam-se bebidas específicas para adorar o menino. Deixo algumas sugestões:
  • Coroa de Espinhos: Vodka, groselha e malaguetas;
  • Judas: Vendido como sumo de laranja mas afinal é absinto puro;
  • Papa: Tequila mas em vez do sal era Cerelac;
  • Xôr Padre: Batida de Coco com Blue Corazón que tinha que se beber de joelhos;
  • Água benta: Uma garrafa de água normal, vendida a 4€ como em qualquer discoteca;
  • Homilia: Uma rapariga deita-se em cima do balcão apenas de lingerie para que, apenas com a boca, lhe tirem uma hóstia do meio dos seios e lhe bebam vinho do umbigo. No fim têm que declamar a passagem do Novo Testamento que ela tem tatuada na virilha esquerda.
Era uma festa à grande e à Romana Católica Apostólica que até podia se podia transformar numa festa de espuma feita com água bentam para descambar tudo numa bela orgia à moda antiga. Se alguém engravidasse era só dar a desculpa aos pais que tinha sido o Espírito Santo e se calhar tinha, porque duvido que ele fosse faltar a um concerto da Ana Malhoa.

Está feito. Adeus, um bem haja e façam amor que nem coelhinhos da Páscoa para compensar os doces que vão comer! Se o fizerem por uma questão de saúde e não de prazer, Deus compreende. Não pratiquem é sado-masoquismo, que chicotes e amarras nesta altura do ano é de mau tom.





Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: