3 de fevereiro de 2014

Estamos todos ligados



Apesar de andarmos sempre às turras uns com os outros e de sermos todos tão diferentes, gosto de pensar que há coisas que nos unem e que provam que somos um só. Não no sentido espiritual que não acredito nessas tretas, mas no sentido que viemos todos do mesmo sítio e que vamos todos parar ao mesmo lugar, seja debaixo da terra ou no pote de cinzas em cima do naperon de uma prateleira.
  1. Virar a almofada no verão para termos aquele fresquinho durante 3 segundos;
  2. Sentirmos um misto de emoções quando nos sentamos da sanita e o tampo ainda está morno porque saiu de lá alguém há pouco tempo. Por um lado é nojento mas por outro sabe bem não termos que sentir o frio nas nalgas;
  3. Aquela vez que confiámos que o flato que íamos largar não ia cheirar mal e ele nos provou que estávamos errados e tivemos que fazer alguma manobra de diversão;
  4. Não ter coragem de dizer na cara dos pais que o seu bebé não é assim tão lindo mesmo que seja daqueles mais feios que um coelho atropelado e deixado no asfalto ao sol durante dias;
  5. Aquelas merdas que aparecem nos olhos que parecem bactérias vistas ao microscópio e que não conseguimos apanhá-las com os olhos porque elas fogem sempre;
  6. Quando pedimos vinho num restaurante e nos vêm servir um bocadinho (esta é para os homens) para provarmos. E não percebemos nada de vinho mas fazemos sempre que sim e depois acenamos com a cabeça ao empregado. Já alguém disse? "Nah isto não está no ponto, é para ir para trás"? Nunca...;
  7. Quando damos cedência de passagem a alguém e essa pessoa não arranca logo passamos em instantes de "faz favor de passar" com um sorriso na cara para "não andas porquê ó meu anormal do caralho????";
  8. Sempre que te ligam e é engano e dizes "Deve ser engano" e desligas. Ficas sempre a pensar que devias ter dito "Sim senhor é o próprio, como estás?" Só para ver onde é que aquilo ia dar;
  9. Quando nos ligam e estávamos a dormir e se nos perguntam "Acordei-te"... Dizemos sempre "Não... ainda estou na cama mas já estava acordado";
  10. Ficares todo molhado ao lavares uma colher e pensares que és mesmo burro porque já é a centésima vez que acontece;
  11. Entrarmos numas escadas rolantes paradas e deixarmos de saber andar normalmente por segundos.
Vá confessem lá que já passaram por pelo menos 5 destas situações. Se não passaram deixem-me que vos diga que alguma coisa está errado com vocês.

P.S. - O grande George Carlin abordou este tema de forma genial num dos seus espectáculos. Podem ver aqui. Se não conheciam o George Carlin não precisam de agradecer. Se por acaso não gostam dele deixem-me dizer que provavelmente são burros.





Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: