21 de março de 2017

Porque é que os homens e mulheres perdem o interesse?



Começou a primavera e, tal como as inscrições em ginásios, também as dúvidas sexuais e sentimentais aumentam. Não percamos mais tempo e vamos a mais uma consulta "Doutor G explica como se faz". 


Boa tarde, um amigo meu ejaculou na minha almofada sem que eu soubesse e desde então tive as 3 melhores noites de sono da minha vida, com paz, serenas. Eu que até tenho problemas em adormecer. Agora que soube paira a dúvida: será que sou gay, devo deitar a almofada para o lixo?
M. Silva, 26, Lisboa

Doutor G: Caro M, não sei que tipo de amigos tens, mas um amigo meu que ejaculasse na minha almofada deixava de ser meu amigo na hora que eu soubesse disso. São barreiras que gosto de ter nas minhas amizades, talvez seja um bocado picuinhas, não sei. Pode dar-se o caso do teu amigo comer muito mamão que é rico em luteína e zeaxantina, nutrientes que ajudam a que tenhamos um sono mais descansado e tranquilo, e tenham passado para o seu sémen que tu snifaste ou provaste enquanto te esfregavas na almofada. Agora, o problema não é se és gay ou não, o problema é que és nojento. Quem é que não lava a almofada de vez em quando? Já basta a baba que um gajo deita e fica ressequida e amarelada, quanto mais baba de camelo de pénis. Eu sofro de insónias, mas entre dormir mal e ter a almofada a colar-me aos cabelos, prefiro andar cansado o dia todo. Mas isto sou eu e cada um sabe de si e Deus sabe de todos.


Olá, Dr. G. acabei uma relação longa há uns meses e conheci um rapaz dois anos mais velho há uma semana, marcamos encontro e estivemos algumas horas à conversa, que correu bem, e o resto consegue imaginar. Foi o melhor sexo da minha vida, acho que da dele também, entendemo-nos mesmo, repetimos, tudo 5*. Ele no fim até abracinhos me deu, beijos, etc. Pediu-me o número. No dia a seguir mandou sms a dizer bom dia, pediu para nos encontrarmos e foi igual; no fim, disse-me 'vais, mas voltas'. A partir daí tem-me ignorado; não mandou mais sms, eu tentei combinar coisas e ele disse que estava ocupado, e não me disse mais nada (passaram-se 3 dias). Pensava mesmo que ele estava interessado. O que é que eu devo fazer?    
Anónima, 22, Porto

Doutor G: Cara Anónima, sendo que a tua dúvida é bastante recorrente no universo feminino vou auxiliar-me de um fluxograma para melhor elucidar todas na mesma situação.
Dizia-te para imprimires e colares no frigorífico, mas tenho medo que me acusem de machismo por partir do princípio que vais à cozinha. É confuso, bem sei, mas o moral da história é o seguinte: os homens fazem-se de interessados quando querem só sexo; quando um homem deixa de responder e diz que está ocupado, 99% das vezes é porque perdeu o interesse. Estudo oficial do INE. Pode, no entanto, dar-se o caso de estares a ser dramática visto que só passaram 3 dias. É esperar e ver.


Excelentíssimo Doutor G, de manhã fui a casa de uma amiga e fizemos sexo. Estivemos no acto durante uma boa hora, com duas pausas pelo meio. Aquando dessas pausas a minha alavanca ficou adormecida e não acordou com facilidade. À noite, fui a casa de uma rapariga diferente e, para além de demorar uns longos minutos a ficar erecto eu ejaculei após uns curtos segundos dentro dela. E isso nunca me aconteceu na vida. No entanto, quando me masturbo fico erecto o tempo inteiro. O que quererá isto dizer? Sofro de disfunção eréctil em tão tenra idade? Estou demasiado habituado à minha mão? 
João, 20, Algures

Doutor G: Caro João, parece-me que padeces da sindrome xoninhus-molengus juntamente com a vaginangus-precociuns. O primeiro é relativo ao facto de ficares nervoso quando visionas uma vagina ao vivo, daí quando te tocas não teres esse problema, mas ao dares de caras com uma escotilha de bebés, ficas nervoso a pensar se estarás à altura e o trombinhas fica tímido e cabisbaixo. Normalmente, quando isto acontece, depois a ejaculação precoce vem por arrasto e o menino bolça antes do tempo, também por questões nervosas. Razões para isto acontecer? Várias: gostas de uma das raparigas; ficaste demasiado tempo sem fazer sexo e tens medo de já não saber; elas são demasiada areia para a tua pequena carrinha de caixa aberta; elas são mais experientes do que tu e tens medo de fazer má figura. Seja como for, sexo não é como andar de bicicleta, mas sim como stand up comedy: é preciso ir fazendo e treinando e vendo o feedback do público. Relaxa e raciona melhor a tua oferta. Não vês um comando a comer as barras de proteína toda no mesmo dia de missão, pois não? Então não sejas garganeiro e não marques duas sessões de funaná pelado no mesmo dia se nem para uma tens andamento.


Olá Doutor G, estou com o meu namorado há 2 anos, e ele sempre foi uma pessoa muito sexual. Mas, a certa altura, começou a ficar... frouxo. Nunca lhe apetecia, ficava zangado se eu tentasse iniciar conversas relacionadas com o funaná, e diz que eu tenho um apetite sexual impossível de saciar e que isso causa muita pressão, etc etc. Apesar disso, quando (de vez em quando) há funaná é do carvalho (como, aliás, sempre foi): sempre tudo no ar, no sítio certo, sem dificuldades ou hesitações nenhumas. A minha "questão" é: poderei fazer alguma coisa para avivar o apetite do rapaz e poder assim saciar o meu alegadamente-insaciável apetite? E o facto de ele ter 30 anos tem alguma influência?
Anónima, 25, Aqui

Doutor G: Cara Anónima, deixo aqui um gráfico de tarte que pode ajudar-te:
Há muitas mulheres que, estando habituadas a que seja o homem a tomar a iniciativa, se desleixam e deixam de seduzir os seus parceiros. Isto não é só colocar a mão e está pronto para bater chapa. Os homens gostam de ver iniciativa e os actos valem mais do que mil palavras. Veste uma roupa sexy e baixa-lhe as calças na cozinha. Leva-lhe o pequeno-almoço à cama, se é que me faço entender. Se isso continuar mal, arranja outro. Simples.


Excelentíssimo Dr.G, "Tinderenho é um jovem que por vezes se baba. Concomitantemente, este jovem apresenta elevados conhecimentos linguísticos tais como: "Dzień dobry! Jak się masz?"". É desta forma que me apresento numa das aplicações mais populares nos dias de hoje, o Tinder. De modo a ajudar a comunidade Tinderesca que se depara com dificuldades em se apresentar, será que o Senhor Dr. estabelece algumas recomendações para a descrição do Tinder?
Tinderenho, 24, Porto

Doutor G: Caro Tinderenho, receio já ter falado sobre isso neste texto onde fiz uma espécie de manual de boas práticas do Tinder. No entanto, há uma regra básica do Tinder: ninguém lê as descrições se fores feio. Podes ter a melhor descrição do mundo que nem isso te safa, por isso, a parte da descrição só serve para os bem-parecidos e, nesses casos, só pode estragar. Contudo, há duas regras de ouro: nunca utilizar a descrição para dizer que só se está lá para fazer amigos, nem para dizer qual é o clube de futebol que se apoia. Se quem está à procura de parceiro filtra consoante o clube, então é só gente que não vale a pena.


Ora bem, então é assim: sou uma coninhas com vinte e poucos anos e que nunca teve sorte no campo amoroso/sentimental. Não, não sou desdentada, nem tenho monocelha, só sou bastante selectiva. Um dia decidi deixar-me de merdas e tentar abordagens virtuais como o tinder, mas se os rapazes mostram demasiado interesse, eu assusto-me e se não mostram interesse nenhum, eu mando-os logo passear. Sou gaja, portanto. Já cheguei a passar do virtual ao real com uma pessoa e a coisa até estava a ir bem, mas qual gajo típico do tinder... só queria funaná pelado. Por ter perdido a esperança nestes meios, decidi desconectar e tentar uma abordagem mais virada ao mundo real. Mas como? Discotecas não são a minha onda. Na minha faculdade são 60% raparigas, 20% gays, 15% comprometidos e 5% super atadinhos. Onde vou encontrar rapazes em condições? Não vale as dicas que vêm no seu livro porque esse li-o num instante (devo dizer que está muito bom)! 
Coninhas, 23, Coimbra

Doutor G: Cara Coninhas, um gajo que só quer funaná pelado não é um gajo típico do Tinder, é apenas um gajo típico. Ponto. Bem, deixo algumas dicas de locais alternativos onde podes abordar encontrar possíveis parceiros, já que pela tua descrição depreendo que estás a estudar enfermagem:
  • Talho do Pingo Doce - significa que tem casa própria e que, provavelmente, sabe cozinhar. Digo no talho porque se fores procurar por ele na zona das sojas é possível que ele goste do mesmo tipo de enchidos que tu;
  • Numa loja de roupa de homem - se ele está a comprar muita roupa é sinal que ficou solteiro recentemente e podes perguntar-lhe se precisa de ajuda para escolher as calças que ficam melhor no fundo da tua cama;
  • Mete um anúncio falso de uma mesa de matraquilhos no OLX para atrair homens solteiros, porque nenhuma mulher deixa o homem comprar matraquilhos lá para casa.
Resta-me agradecer teres lido o meu belo livro que se encontra à venda neste link com 10% de desconto.


Obrigado a todos e, como sempre, até para a semana e continuem a enviar as vossas dúvidas para porfalarnoutracoisa@gmail.com. 


Partilhem e façam amor à bruta porque de guerras o mundo já está cheio.






Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: