18 de março de 2015

Queridos, mudei o blogue e faço anos hoje



Os mais atentos já devem ter reparado que o endereço do blogue passou a ser www.porfalarnoutracoisa.sapo.pt. Mudei-me de morada mas a antiga continua a funcionar também, por isso não refilem. "Ai, mudaste porquê? Aposto que vais mudar a forma de escrever e passar a ser politicamente correcto!", dizem alguns, os mais parvos. Estive a ponderar algum tempo, já que tive receio que ao mudar para o SAPO perdesse alguns leitores, especialmente os ciganos. Estou a brincar, toda a gente saber que isso é mito! Os ciganos não sabem ler. Pronto, estão a ver como isto vai continuar a ter piadas de mau gosto? Espero que estejam mais descansados. Vai ficar tudo igual menos o endereço lá de cima. De resto continuará a ser um local onde vai imperar a parvoíce, mas também algum bom senso.

Peço-vos que estejam atentos e que caso se deparem com algum problema me digam. Se der algum erro, não funcionar alguma partilha ou comentário, avisem que é para eu dar conta do recado. Sim, porque para não perder os comentários anteriores, a equipa técnica do SAPO não sabia como resolver, até disseram que seria impossível, mas o que é certo é que aqui o menino a puxou das skills de xoninhas nerd e resolveu o problema em menos de uma hora. Bem, por isso já sabem, qualquer problema ou coisa fora do normal agradeço que avisem.

Prometo também não começar a postar uma fotografia do meu outfit todos os dias de manhã, quanto muito meto uma de pijama ao deitar. Prometo que não vou falar de moda, de maquilhagem nem de trens de cozinha e receitas da Bimby. Não vou começar a namorar com ninguém da Casa dos Segredos, tampouco vou começar a sentir-me atraído sexualmente por homens. Bem sei que é uma desilusão para muitos, mas para eu ficar interessado por alguém continuará a ser preciso pagarem-me um jantar e possuírem um pipi. Prometo também não falar de decoração de interiores nem me afiliar em nenhum partido e ver as minhas opiniões "livres" sublinhadas a azul. Como podem ver, enfiaram-me neste lote de blogues conceituados, onde estou claramente a destoar, nem que seja porque sou o único homem... Estou a brincar, agora num tom mais sério, obviamente que o público alvo da maioria deles não sou eu, mas todos têm o seu valor, nem que seja porque escreveram muito, durante muitos dias, durante meses ou até anos, sem que ninguém lhes ligasse nenhuma e mesmo assim não desistiram e continuaram a fazê-lo por gosto. Por isso, estar seleccionado para estar no meio deles é uma honra, é sinal que em pouco mais de um ano, graças a Deus (lol), a vocês todos e a mim, consegui alguma visibilidade. Se eu gostava que houvesse menos blogues de moda e mais de humor? Claro que gostava, mas também assim tenho menos concorrência. Sou um optimista.



"Se está tudo igual, então para que mudaste? Vão-te pagar milhões, não é sua porca capitalista?", pensam alguns. Nada disso, continuarei a ser pobre. Mudei porque é possível que estando no SAPO chegue a mais pessoas e é só isso que me interessa neste momento. O blogue nunca será o meu trabalho nem de onde vou conseguir  ganhar dinheiro para pagar as contas. Por isso, o que me interessa é que mais gente conheça, que mais gente leia e que mais gente diga bem (e mal também). O SAPO à partida vai ajudar o blogue a crescer e a que mais pessoas se vão rindo das parvoíces que vou escrevendo. Na prática não muda nada, por isso quem se insurgir com tretas do "Ahhh eu gostava mais quando não tinha o .sapo.pt lá em cima", bem que pode levar um pontapé na sacola dos girinos. Estou muita forte a fazer associações entre as várias fases da vida dos batráquios.

E pronto, era só isto que tinha para vos dizer, até porque faço anos hoje e não tenho tempo para mais. Sim, faço 31, o início do fim. Podem dar-me os parabéns que só vos fica bem. Podem também aproveitar o dia e partilhar o blogue com os vossos amigos, dizendo que é o melhor blogue feito por alguém da Buraca! 

Só porque o António Feio já morreu, o Bruno Nogueira já não mora lá e o João Baião não tem internet em casa para não se sentir tentado a rever vídeos do Big Show SIC.

Já agora, deixo uma pergunta no ar, se eu editasse um livro com a compilação das melhores crónicas do blogue, vocês eram gajos e gajas para querer adquirir um exemplar? E já agora oferecer outro à vossa avó no Natal, para ver se ela tem um enfarte e vos deixa a herança mais depressa? Pensem nisso e digam-me, que ando só a sondar o mercado. Bem, agora vou só ali continuar a trabalhar, sim porque eu também tenho um trabalho honesto de gente crescida, portanto cada vez que alguém comenta a dizer que eu em vez de escrever idiotices devia era arranjar um trabalho, eu rio-me um bocadinho e depois choro, porque realmente tenho que trabalhar. Beijinhos às meninas e abraços aos meninos, ou se quiserem ao contrário é convosco, não sou gajo de discriminar.





Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: