23 de março de 2015

Virgindade, ex-namoradas e cobranças difíceis



Bom dia e não percamos mais tempo. Vamos a mais uma rubrica "O Doutor G explica como se faz".

 
Grande Doutor G, um «amigo» meu, emocionalmente destruído por uma menina, não tem uma luta à moda do Dr. G (todo nu) já há bastante tempo. Nesse sentido, experienciou um sentimento que eu me atrevo a questionar se de facto existe: ele afirma ser virgem outra vez. Assim sendo, a minha questão passa por lançar a discussão no âmbito da virgindade. Será possível voltar a ser virgem? E como funciona com as Evas deste mundo? Dr. G, o que é a virgindade?? Aguardo uma resposta de acordo com a ideologia Filosofo-javarda! Muito obrigado!
CG, 22, Beja

Doutor G: Caro CG, a virgindade é acima de tudo um estado de espírito, principalmente nos homens, em que nada se rompe ao perdê-la. Pelo menos nos heterossexuais. Bom, mas adiante, esse sentimento que o teu "amigo" diz sentir, é aquele sentimento de quem sabe que da próxima vez que fizer, o acto vai durar tanto como o de um virgem, que normalmente são poucos minutos, ou até segundos. Nas mulheres, pode dar-se o caso de haver perda de elasticidade e da próxima vez haver necessidade de uso de halibut no dia seguinte. Ele que use essa do "sou virgem" como forma de engate, que há muitas mulheres que vão achar piada e tentar ser as primeiras a ensinar-lhe o que é bom.


Caro Doutor G, preciso de um conselho de alguém com criatividade...Se alguém lhe devesse 300 euros o que faria?! Eu e o meu namorado alugámos uma casa a um senhor que já tinha alugado casas a vários amigos nossos (correu tudo bem com todos), mas no final da história nós os dois ficámos sem dinheiro e sem casa... A questão é que este bandido ainda nos atende o telemóvel e fala como se nada tivesse acontecido! Anda na rua a fumar o seu cigarro com a descontracção de quem não deve nada a ninguém...já não sei o que fazer...
Soraia, 28, Lisboa

Doutor G: Cara Soraia, apesar de não ser uma pergunta de cariz sexual, sentimental nem existencial, eu respondo na mesma com todo o gosto. O Doutor G é apologista que a violência não resolve nada, mas que pode ajudar em muitos casos. Sugiro que com o auxílio de dois ou três gajos, o apanhem a fumar o cigarrinho na rua e o encostem à parede e lho apaguem na testa. Depois perguntem "Então, os meus 300€? Vais pagar já em dinheiro ou com os dentes, sendo que cada um vale 10€?". Ele se souber fazer as contas vai perceber que só vai ficar com 2 no final, caso tenha dentes do siso, ou que ainda vos vai ficar a dever 20€. Se preferirem uma via mais subtil, sugiro entrarem-lhe em casa sempre que ele não esteja, já que deduzo que tenham a chave e lhe mudem uma ou duas coisas do lugar, para ele começar a pensar que a casa está assombrada ou que está a ficar maluco. Dou-vos ainda uma terceira opção que passa por contratar uma prostituta de luxo que se faça a ele sem ele saber. No fim do acto, ela que lhe peça dinheiro pelo serviço, onde acrescem os vossos 300€. Se ele se recusar, ela ameaça com o seu chulo e seus brutamontes e voilá, o dinheiro aparecerá.


Caro Doutor G eu tenho uma questão que não me deixa descansado, quando era adolescente e durante anos um amigo meu tinha uma namorada e sonhei de várias maneiras que possuía a rapariga e fazia muito amor com ela. Mas agora passaram 10 anos, eles já não andam, ela quer fazer sexo comigo e posso finalmente concretizar o meu sonho, mas tenho medo que a realidade não seja tão boa como eu imaginei e que esse meu amigo me parta a boca toda por tocar no que foi dele e depois eu agora comecei a dar-me bem com uma outra amiga minha em que também posso ir para cama com ela. O que faço? Vou para cama com aquela com quem sempre fantasiei ou com a minha outra amiga que comecei também a dar bem?
António, 25, Setúbal

Doutor G: Caro António, primeiro que tudo não percebo a dúvida do "Vou para a cama com esta ou com aquela?". Porque não ir com as duas? Não me parece uma equação mutuamente exclusiva. Segundo, se fantasiaste com namorada de um amigo é porque não és um bom amigo. Para o Doutor G, namoradas dos amigos é como se tivessem uma pila, muitas das vezes na testa. As ex-namoradas igual, são homens. Caso não seja um grande amigo, percebo que tenhas essa vontade, mas se quiseres avançar, sugiro que fales com o teu "amigo" para saber se ele aprova essa situação. Primeiro para ele não te partir a boca e depois porque tens que pensar se vale mais um amigo ou uma noite de sexo. Para mim a resposta é óbvia, espero que para ti também.


Caro Doutor G, tenho 20 anos e ainda sou virgem, por opção. Gostaria de saber qual é a sua opinião sobre sexo apenas depois do casamento. Eu por um lado gostava de me guardar, mas por outro tenho dúvidas e muita vontade de me entregar já. O que aconselha?
Raquel, 20, Portalegre

Doutor G: Cara Raquel, cada um sabe de si, mas esperar para fazer sexo depois do casamento é parvo. Ninguém compra um carro sem experimentar primeiro. E se depois descobres que ele tem um mico-pénis, juntamente com ejaculação precoce e que acima de tudo é egoísta e não está interessado em dar-te prazer? Calculo que para teres essa convicção devas ser religiosa e diz que divorciar é pecado, portanto vais ter que ter mau sexo para o resto da vida e deixa-me dizer-te que não conheço ninguém feliz que tenha mau sexo. Normalmente são até pessoas azedas e que vão para as redes sociais comentar a dizer mal em páginas alheias, porque lá está, não têm mais nada interessante para dizer. Tens vontade de efectuar uma bela fornicação? Então efectua. Aliás, depois quando encontrares o homem ideal para casar, até já vais com mais experiência e a saber mais truques para fazer dele o homem mais feliz do mundo.


Tive uma namorada até há uns 4 meses, acabámos e entretanto envolvi-me com outra rapariga e começámos a andar. No entanto esta 2ª rapariga é bastante estranha, e no outro dia estava com ela e dei comigo a prestar muito mais atenção às mensagens da minha ex do que ao que a atual estava dizendo... Tenho um historial bastante significativo de traições (e ser traído também infelizmente...), e embora já tenha dito a mim próprio que tenho que me deixar dessas coisas, nunca cumpro e a minha ex ainda se sente claramente atraída por mim, que achas que devo fazer?
Nuno, 19, Figueira da Foz

Doutor G: Caro Nuno, trocar mensagens com a ex? Isso é um erro de principiante. Claramente não gostas assim tanto desta nova namorada e/ou ainda sentes alguma coisa pela outra. Acho que deves estar sozinho e perceber o que sentes. Se conseguires juntar as duas para uma festa do pijama, pode ser também uma boa opção para esclarecerem os vossos problemas.


Hoje o post foi mais curto. Porquê? Porque o Doutor G recebeu poucas dúvidas esta semana. Por isso cabe a vocês que esta rubrica continue, porque eu não tenho paciência para inventar histórias falsas. Partilhem e enviem as vossas dúvidas para porfalarnoutracoisa@gmail.com. Até à próxima segunda-feira e já sabem:


Até lá, façam muito amor à bruta, que de guerras o mundo já está cheio.





Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: