4 de abril de 2014

A mulher portuguesa é "pouco sexy"



Parece que um site considerou as mulheres portuguesa como "pouco sexy". Podem ver a notícia aqui que tem dado que falar. Há pouco tempo tinha saído um estudo que dizia que os homens Portugueses eram dos mais bonitos do mundo. Disso se conclui, por A + B, que a mulher portuguesa está endividada e anda a viver acima das suas possibilidades. Ficam aqui algumas conclusões que retiro deste estudo:
  • Se repararem bem os países com gajas mais sexys são os menos desenvolvidos (excepto os de África), onde as mulheres têm que fazer pela vida de outras formas, porque trabalho há pouco. O que me parece que este site analisou foi o nível de badalhoquice das gajas, que não deve ser confundido com ser sexy. Andar de mini saia a mostrar metade das nalgas na rua nem sempre é mais sexy do que uma calça justinha.
  • As de Etiópia parece que estão ao mesmo nível das Brasileiras. Ao que parece a bunda grandona e pernas de centauro são comparáveis a ossadas.
  • Os países com gajas mais sensualonas são Colômbia, Argentina, Letónia e Estónia. Já tenho 4 opções para as próximas férias.
  • Destaco desde logo o facto das mulheres da Gronelândia estarem à frente das Portuguesas em termos de sex appeal. Sempre fiquei maluco com os beijinhos à esquimó.
  • É também um mapa extremamente racista visto que em África há a maior concentração de mulheres nada sexys. Eu estranho, já que pelos documentários que vejo no National Geographic há lá umas com as mamas ao pendurão até ao umbigo com ar bem safadonas. Mas pronto se calhar estão mais preocupadas em conseguir arranjar comida para alimentar os filhos, muitos doentes com malária, do que propriamente andarem a produzir-se para ficarem sexys. Digo eu, não sei.
Não acho que a mulher portuguesa não seja sexy, antes pelo contrário. Quando uma mulher portuguesa é bonita normalmente é mais bonita que as outras todas. Há é menos quantidade, isso parece-me que sim. Até porque a sensualidade está também na proactividade na sedução. Usar decote e ficar à pesca não é suficiente para se ser sexy, pelo menos na minha opinião. E depois há também o problema de as mulheres portuguesas sorrirem pouco, e para mim um sorriso é meio caminho andado para uma mulher ser sexy e bonita, desde que tenha os dentes todos. A mulher portuguesa sofre de um grande mal, que é o homem português. Se eu fosse gaja e estivesse constantemente a ser assediada, a sofrer avanços por parte de gajos que claramente não têm noção do ridículo, também jogava muito mais na defensiva. Pedes um isqueiro ou informações a uma Portuguesa e ela fica de pé atrás a pensar que a queres levar para a cama, tal é a quantidade de vezes que já as tentaram engatar com essas manhas foleiras.

As mulheres portuguesas conservam o lado latino sensual com o lado pudico católico e salazarista e isso dá-lhes a sua graça. Dá para apresentar aos pais sem eles irem ver o extracto bancário, a ver se na noite que as levámos lá a casa não saíram 500€ da conta para pagar serviços. As novas gerações não sei como vão ser, porque isto parece que tem tendência a piorar. As mulheres estão a tentar copiar o pior dos homens. Beber que nem umas mulas, fumar que nem umas éguas e ter mais quilometragem que o meu velhinho Renault 19. Não tenho nada contra, cada um é livre de fazer o que quer. Se as mulheres estivessem sempre tão disponíveis para fazer sexo, principalmente com estranhos, como estão os homens havia muito menos guerras e ninguém se queixava da crise. Mas ainda assim, faz-me confusão ver miúdas de 16 anos que a sair à noite como se fossem trabalhar no expositor de um talho.





Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: