14 de março de 2014

O que não fazer numa entrevista de emprego



Olá muito boa tarde. Tudo jóia meus cafajestes? É sexta feira por isso de certeza que sim. Bem, hoje fiz uma maratona de entrevistas de emprego, 3 ao todo, de uma ponta à outra de Lisboa. Correram bem, obrigado por perguntarem.

Há uma possibilidade de uma das pessoas que me entrevistou hoje vir a ler isto, dado que o blogue veio à baila na entrevista (um erro se calhar). Se for o caso, um abraço João e bom fim de semana e que não seja pelas parvoíces aqui escritas que as coisas não vão para a frente. Embora não pareça, sou uma pessoa sã. Ás vezes pelo menos.

Bem, por falar em erros, lembrei-me de escrever um texto educativo, para que todos vós que andam à procura de emprego, e são muitos, tenham a vida facilitada seguindo as minhas dicas sobre o que não fazer durante uma entrevista de emprego. Já aqui escrevi sobre as 10 coisas que não devem colocar no CV, agora é a vez das entrevistas. Exponho então aqui alguns erros que eu já cometi várias vezes e que, por isso, vos digo de experiência própria para NÃO o fazerem:
  1. Perguntar se as meninas do Marketing estão incluídas no pacote salarial.
  2. Perguntar se na primeira semana de trabalho se pode sair 2h mais cedo que é para não custar tanto a ambientar;
  3. Olhar fixamente o decote da rapariga que te está a entrevistar. É complicado, principalmente se forem seios épicos, mas tentar sempre olhar nos olhos e apenas lamber ocasionalmente os lábios;
  4. Sugerir que se tem outros atributos que não estão no CV, porque não havia espaço para uma foto panorâmica;
  5. Perguntar se se pode beber álcool durante o almoço, especificando que seria só uma garrafinha de vinho e 2 bagaços no final;
  6. Perguntar onde é o local para dormir sestas e se são compartimentos mistos;
  7. Perguntar se no caso de se ficar com a carta de condução apreendida, eles disponibilizam transporte;
  8. Dizer-se que se é do Sporting. Pela lei das probabilidades a pessoa que entrevista será do Benfica e não terá sentido de humor;
  9. Perguntar se fazem análises ao sangue antes de assinar contrato;
  10. Coçar a genitália, por muito que tenham comichão. Se tiver mesmo que ser, disfarcem e não cometam o erro de cheirar os dedos depois.
E pronto, é isto. Algumas sei que são do domínio do bom senso, outras são mais comuns. Principalmente a do decote. Espero que vos tenha ajudado, que tenham um óptimo fim de semana e que quem anda à procura de emprego a próxima semana seja prolifera em entrevistas e que apliquem os conhecimentos aqui adquiridos. Depois digam-me como correu. De nada.

P.S. - Se alguém do Benfica não gostar, sejam inteligentes e não refilem, porque se não só dão razão ao ponto 8.





Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: