25 de março de 2014

Sócrates só sabe que nada sabe



Pois é, está na ordem do dia a falta de preparação de José Sócrates no seu espaço de comentário político na RTP, em que foi confrontado com declarações suas do passado às quais reagiu um tanto ou quanto irritado. Por incrível que pareça houve imensa gente a criticar o José Rodrigues dos Santos e a defender o Sócrates. Muitos portugueses têm amnésia selectiva, que se manifesta em ciclos de 4 anos. Sócrates diz que está divertidíssimo com a polémica. Pudera, publicidade de borla e ainda houve quem o defendesse. Foi como no caso em que o Blatter disse mal do Ronaldo, com as devidas diferenças, não querendo comparar o Sócrates com o Ronaldo nem o Blatter com o José Rodrigues dos Santos. 

O que impede um político de dizer "Epah enganei-me, não devia ter dito isso", ou "Pois realmente é verdade mas olha mudei de opinião", ou ainda um "Foda-se, eu disse isso? Devia estar com uma bezana!" Parece que reconhecer erros, evoluir as ideias e mudar de opinião quando se faz merda não é sinal de inteligência para classe política. É antes considerada fraqueza.

Para mim, o espaço de comentário deveria ser sempre mediado por um taberneiro ou taxista, só para tornar a coisa mais justa e haver galhofa. O Sócrates ter um espaço na TV (pública ainda por cima), em que 90% é passado a dizer mal do actual governo, como se o seu tivesse sido espectacular, é tão ridículo como revoltante. Aliás é comparável a um violador dar workshops de assédio sexual no local de trabalho. Por um lado é um gajo que sabe do que está a falar, sabe reconhecer merda quando a vê porque já a fez no passado, por outro não tem moral para mandar bitaites se o gajo da informática acariciou a mama da secretária com o cotovelo, porque ele já o fez no passado, de igual ou pior forma. Sim não estou a dizer que foi pior ou melhor que o Passos Coelho. São exactamente estrume da mesma saca.

Por um lado, podemos interpretar esta falta de preparação como um mea culpa, como quem diz "Realmente eu era mesmo otário nessa altura, nem me reconheço nessas declarações". Faria jus ao seu nome Sócrates, já que é célebre a frase do filósofo Grego "Só sei que nada sei" e também "Sábio é aquele que conhece os limites da sua própria ignorância". Isto mostra que o "Não vim preparado para isto" do nosso Zé se enquadra perfeitamente na linha de pensamento do seu homólogo Grego, mas com a erudição de um trolha.

Outra frase célebre do filósofo Grego é "O ideal no casamento é que a mulher seja cega e o homem surdo", o que se aplica à sua governação, já que ele era o homem surdo que não dava ouvidos ao povo, e nós éramos a mulher cega que votou nele e se deixava foder todas as noites sem tirar prazer nisso. À cegueira parece que se junta também uma doença de Alzheimer.

Ainda há outra frase a considerar para este assunto, que é "O próprio sábio cora das suas palavras, quando elas surpreendem as suas acções." Sócrates corou mas de irritação, o que invalida a parte de ele ser sábio, mas isso já todos nós sabíamos antes.





Gostaste? Odiaste? Deixa o teu comentário: